Teste

Testando a capacidade do link de aceitar artigos mais longosnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnn nnnnnnn

Pesquisar este blog

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Culto de Despedida


Depois de oito semanas de trabalho intenso e de comunhão profunda, finalmente o nosso Período Prático na Igreja Presbiteriana Livre de Colatina chegou ao fim!
Com a participação de todos os membros da igreja, divididos por faixa etária, todos os continentes foram representados, com pessoas vestidas a caráter, bandeiras, cartazes e até pratos de comida típica!
Foi um tempo maravilhoso de comunhão, de adoração e de intercessão profética pelas nações, principalmente o nosso Brasil!
Não poderíamos esperar um fechamento melhor! Cada membro de nossa equipe recebeu um diploma de Honra ao Mérito pelo trabalho desenvolvido na igreja e na cidade!
Louvamos a Deus pelo tempo precioso que passamos em Colatina, pelas sementes que foram plantadas e pelos frutos que certamente virão, para a glória de Deus!
Fica aqui a nossa gratidão pela acolhida, pelo carinho e pela consideração que recebemos do povo colatinense, representado pelos irmãos da IPL!

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Núcleo de Liberdade Assistida


Fomos visitar e conhecer o Núcleo de Liberdade Assistida, um órgão da Prefeitura de Colatina que trabalha com menores em conflito com a Lei, oferecendo acompanhamento psicológico e terapia ocupacional. Conhecemos a Maria de Lourdes (foto), coordenadora do projeto. Conhecemos também o Alexandre (foto), um jovem talentoso de dezessete anos que está sendo acompanhado.
O Rodolpho conseguiu os ingredientes para um bolo (doação de um supermercado) e comprou refrigerente. A Mírian fez um delicioso bolo. Os funcionários nos receberam com muita alegria. Levamos para eles uma mensagem escrita baseada em Provérbios 19.17 (Vale a Pena Fazer o Bem!). Falamos sobre pessoas que mesmo sem perceber são usadas por Deus para edificar a vida de outros e para melhorar a qualidade de vida da sociedade.
Oramos por eles, comemos bolo e tivemos um tempo de conversa e confraternização. A Maria de Lourdes fez questão de mostrar todo o local e falar sobre o trabalho que desenvolvem ali, as dificuldades com os adolescentes e a alegria de ver os resultados positivos, jovens que mudam de vida, tornam-se cidadãos respeitáveis e voltam lá para agradecer e dar um abraço!

Palestra no Centro de Controle de Zoonoses


Fomos convidados para dar uma palestra aos funcionários do Centro de Controle de Zoonoses sobre motivação, compromisso etc.
Eu disse aos funcionários: "Embora eu seja pastor batista, peço que não me olhem como um religioso falando sobre religião. Peço que me olhem como um ser humano, falando com outros seres humanos sobre aquilo que concerne à vida humana. Vou usar a Bíblia porque a Bíblia fala de seres humanos, de pessoas. Pessoas que acertam e pessoas que erram. Pessoas alegres e pessoas tristes. Pessoas que experimentam sucesso e pessoas que experimentam fracasso. Pessoas como nós!".
Falamos sobre Gideão. Um homem desmotivado, medroso, pessimista, cheio de sentimentos de inferioridade, baixa auto-estima e autopiedade (Jz 6.12-16). Um homem que descobriu que Deus o via de uma forma totalmente diferente, como um VALENTE GUERREIRO! Gideão restabeleceu sua identidade em Deus e foi capaz de mudar não somente a sua situação individual, mas a situação de toda a nação!
Foi muito bom. No final os funcionários nos convidaram para um café com biscoitos, nos mostraram seus locais de trabalho e nos falaram sobre suas atividades. Falaram sobre as dificuldades que enfrentam. Nós oramos por eles e os encorajamos a perseverar!

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Laiz


Laiz é uma garota de 15 anos. Nós a conhecemos no C.R.A.S. (Centro de Referência e Assistência Social), um projeto da Prefeitura de Colatina voltado para jovens e adolescentes que moram em bairros carentes. Nós fomos a vários deles. O grupo da Laiz nos convidou para assistir uma apresentação de dança que ensaiaram especialmente para nós! Nós fomos até lá, sentamos, assistimos, aplaudimos, filmamos e fotografamos. Vimos ali jovens talentosos e esforçados, mas sabíamos que a maioria deles não teria uma chance de desenvolver tais talentos.
Ficamos pensando que seria difícil fazer algo por TODOS eles, mas que poderíamos fazer algo por pelo menos UM deles! Pensamos daqui, oramos dali, conversamos com algumas pessoas, articulamos alguns contatos (o Rodolpho é o "Homem dos Contatos"!). Vimos que podíamos conseguir para a Laiz um "Dia de Beleza" e uma sessão de fotos com um fotógrafo profissional. A idéia não era conseguir para ela um emprego ou coisa parecida (pelo menos a princípio). A ídéia era mostrar suas fotos para alguns profissionais da área de beleza (agências de propaganda, revistas de moda etc.) e perguntar se ela teria alguma chance de desenvolver uma carreira. Cremos que uma resposta afirmativa faria um bem enorme para a sua auto-estima e lhe daria algo pelo que lutar. E assim fizemos: A Gabriela (IPL) ofereceu a maquiagem e o penteado. A Deziree (trabalha junto com a Gabriela) ofereceu a manicure. O Célio (lojista que conhecemos quando trabalhamos no calçadão) ofereceu um vestido novo. O Carlos (fotógrafo e designer) ofereceu as fotos. O Carlos trabalha numa das melhores revistas de moda de Colatina (Minha Revista). Além de tirar as fotos ele disse: "Sim. Ela é bonita, fotogênica e tem chance de seguir uma carreira profissional!". Pronto.
No final de tudo, antes da Laiz ir embora, nós oramos por ela: "Senhor, que muito mais do que um penteado, uma maquiagem, um vestido e algumas fotos, a Laiz possa ver pessoas que se importam com ela, que acreditam nela e possa ver por trás de tudo o teu GRANDE AMOR!".
Não sabemos o que acontecerá com a Laiz amanhã. Não sabemos que escolhas fará em sua vida. Sabemos, porém, de uma coisa: ELA JAMAIS ESQUECERÁ AQUELE DIA! JAMAIS ESQUECERÁ DAS PESSOAS QUE INVESTIRAM NELA, SEM PEDIR NADA EM TROCA! JAMAIS ESQUECERÁ O DIA EM QUE EXPERIMENTOU O AMOR DE DEUS DE FORMA PALPÁVEL!
Para a IPL ficou a lição que cada pessoa pode ser uma bênção dentro do seu contexto profissional. Pode ser um agente do amor de Deus com suas habilidades, talentos e recursos.
Para nós ficou a lição que com um pouco de esforço e articulação podemos construir pontes entre as pessoas que têm os recursos e aqueles que precisam deles! E há muitas "Laizes" por este Brasil afora, esperando uma mão estendida!

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Audiência Pública


No dia 04/Nov, nós participamos de uma Audiência Pública na Câmara Municipal de Colatina, presidida pelo Vereador Genivaldo José Lievore (foto). O tema era "Juventude vs. Violência". Os alunos da ETED apresentaram uma peça relacionada ao tema e pudemos dar uma rápida palavra.
Numa Audiência Pública, as autoridades formam uma bancada e um microfone é colocado à disposição dos presentes. A pessoa vai até a tribuna, pega o microfone e pode dirigir perguntas, sugestões ou críticas a qualquer um dos componentes da banca.
Eu nunca havia participado de algo assim e confesso que fiquei envergonhado. Fiquei envergonhado como cidadão, porque nós criticamos e acusamos as autoridades, mas quando elas param para nos ouvir, nós não estamos lá para falar! Preferimos ficar de longe, lançando críticas injustas e infundadas contra pessoas que não têm a possibilidade de responder ou de se defender!
Eu fiquei envergonhado também como pastor. Não havia nenhuma igreja evangélica representada formalmente. Nenhum pastor! Nenhum líder! Aqueles que teoricamente teriam muito a dizer não estavam lá... O microfone ficou passando de mão em mão durante horas. A seguir as autoridades tentaram responder a todas as perguntas.
Nós saímos de lá com aquele sentimento de que as igrejas evangélicas de Colatina tinham acabado de perder uma enorme e excelente oportunidade de exercer o seu verdadeiro papel junto à sociedade: Ser luz e ser sal! Buscar a paz da cidade! Participar da vida da cidade!
Bem, nós não viemos para cá para atuar como juízes. Por isto, tudo o que podemos fazer (e temos feito!) é orar pedindo a Deus que desperte o seu povo aqui em Colatina! Que as igrejas evangélicas comecem a colocar seus dons, talentos, recursos materiais e a unção dada por Deus a serviço da sociedade, seguindo o claro exemplo deixado por Jesus.
Oramos para que o povo brasileiro não se limite a criticar e a discutir política nas mesas dos bares, mas aprenda a participar, a pegar o microfone, olhar os políticos nos olhos e abrir o coração, falando sobre o que aflige, que oprime e também oferecendo sugestões.
Foi uma experiência marcante para todos nós! E você, já participou de uma Audiência Pública? Conhece a Câmara Municipal de sua cidade por dentro?

domingo, 8 de novembro de 2009

"Você já agradeceu hoje?"


"Você já agradeceu hoje?". Na sexta-feira à tarde, fomos ao calçadão na orla do Rio Doce abordar as pessoas que se exercitam ou passeiam ali aproveitando o momento mais fresco do dia. Colocamos nossas perucas coloridas (que nos tornam inconfundíveis!) e nos posicionamos no meio do calçadão. Quando as pessoas se aproximavam correndo, fazíamos uma "linha de chegada" e as recebíamos com aplausos, gritos e assobios! O povo brasileiro é bem-humorado e geralmente as pessoas respondem ao bom humor com bom humor. Algumas pessoas vinham tão distraídas que só percebiam a brincadeira quando passavam pela "linha de chegada". Outras percebiam de longe e já se aproximavam sorrindo, levantando os braços, como se de fato estivessem chegando em primeiro lugar! Foi uma festa!
Nós usamos um avental onde estava escrito: "Você já agradeceu hoje?", com o desenho de uma criança em atitude de oração. Algumas pessoas perguntavam: "Agradeceu a quem?" e nós respondíamos: "A Deus!". Outras (a maioria) diziam: "Sim! Já agradeci!" e então nós perguntávamos: "A quem?". A Sara e a Thamires (têm mais energia!) acompanhavam as pessoas durante um tempo, dando continuidade à conversa. As duas voltavam compartilhando as experiências incríveis! Uma mulher disse: "Eu não tenho nada a agradecer!". A resposta foi: "Então, posso agradecer pela sua vida? Senhor, obrigado pela vida desta senhora! Amém!". A mulher desatou a chorar em pleno calçadão!
Nós cremos que muitas daquelas pessoas voltaram para casa refletindo no que tinham visto e ouvido. Muitos evangélicos que passaram por lá voltaram para casa refletindo em como é fácil abençoar a vida de uma pessoa de forma singela!
E você, já agradeceu a Deus hoje?

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Aniversário do Sr. Antonio





Embora não seja um morador de rua, o Sr. Antonio costuma vagar solitário pelo centro de Colatina. Segundo ele, não tem parentes e embora tenha onde morar, prefere viver desta maneira.


Certo dia, Deus falou ao coração da Thamires (aluna da ETED) que lhe mostraria uma pessoa pela qual ela devia orar e alguém que ela devia abençoar. Ao caminhar pela rua próxima à IPL, Thamires viu o Sr. Antonio e Deus lhe disse que ele era a pessoa que ela devia abençoar de alguma forma.


Thamires se aproximou, fez amizade com ele e soube de sua história. Descobriu que o dia do aniversário dele se aproximava: no dia 03 de novembro ele completaria 87 anos de idade!


Ontem (03/Nov) à tarde nós fizemos um bolo delicioso e bem decorado, fomos até onde o Sr. Antonio costuma passar o dia e celebramos com ele o seu aniversário: cantamos parabéns, comemos o bolo e no final oramos por ele.


Ao retornarmos para a igreja, Thamires nos contou o resto da história: ao saber do aniversário e sentindo o desejo de fazer algo para o sr. Antonio, Thamires se deu conta de que todo o dinheiro que tinha eram R$ 2,00. Começou a pensar o que poderia fazer com esta quantia. Pensou em comprar um doce ou alguns pães. Obviamente as opções não eram muitas!


Então a Thamires resolveu compartilhar seu sonho com toda a equipe. Todos nós gostamos da idéia e decidimos que se todos contribuíssem com o que pudessem, mesmo que fosse pouco, poderíamos fazer algo especial para alegrar o coração do sr. Antonio! O resultado foi um delicioso bolo com recheio e cobertura, decorado com pedaços de maçã!


Ao pensarmos sobre todo o ocorrido, pudemos extrair muitas lições: a mais importante delas, porém, foi como o pouco que temos pode ser usado para abençoar a vida de uma pessoa e aproximá-la de Deus!


Thamires disse que a grande lição para ela foi o valor de compartilhar os sonhos com outras pessoas, permitindo que elas participem e também se alegrem com o resultado!