Teste

Testando a capacidade do link de aceitar artigos mais longosnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnn nnnnnnn

Pesquisar este blog

domingo, 18 de outubro de 2009

"Posso te dar um abraço?"


Sábado pela manhã nós fomos ao presídio de Colatina com um objetivo bem claro: alcançar os familiares dos detentos que se reunem do lado de fora aguardando o horário da visitação.
Nós usamos um colete no qual estava escrito "Posso te dar um abraço?". Muitas pessoas choraram ao receber um simples abraço. Outras elogiaram a iniciativa! Uma senhora começou a chorar copiosamente ao receber um abraço da Sara.
Eu disse a um pequeno grupo de pessoas: "Não sei quem vocês vieram visitar: pai, irmão ou filho. Não desistam desta pessoa! A sociedade só conhece o que eles têm de pior! Vocês, porém, conhecem o que eles têm de melhor! Vocês os conheceram ANTES deles cometerem os delitos que os colocaram atrás desses muros. Vocês os conhecem de verdade. Por isso, não desistam deles!". Muitos choraram, outros ficaram com a voz embargada (inclusive eu mesmo!) ao ouvirem essas palavras. Todos eles nos agradeceram por termos ido lá.
Todos nós retornamos com aquela agradável sensação de que mostramos o amor de Deus para um grupo de pessoas extremamente necessitadas, marginalizadas e sozinhas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário