Teste

Testando a capacidade do link de aceitar artigos mais longosnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnn nnnnnnn

Pesquisar este blog

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Jesus tinha AIDS!

Certa vez, quando eu estava no Seminário Teológico em Curitiba, ouvi uma jovem missionária dizer: "Vocês sabiam que Jesus tinha AIDS? Sabiam que nós também devemos ser contagiados?". Antes que os futuros teólogos começassem a "rasgar as vestes e tapar os ouvidos", ela explicou: "AIDS. significa Amor Incondicional Doado Sempre". Era esse o tipo de amor que Jesus oferecia às pessoas: AMOR INCONDICIONAL. Amor que nos leva a dar sem esperar nada em troca. Amor que é oferecido sem cobrar nada e sem esperar nada das pessoas!

Ao iniciar o seu ministério, Jesus mostrou que tinha um propósito e uma mensagem: "Daí por diante, passou Jesus a pregar e a dizer: Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus" (Mt 4.17).

É interessante notar que ao longo de todo o seu ministério (três anos!) Jesus não repetiu mais essas palavras. Ao multiplicar os pães e alimentar as multidões, ele não aproveitou a oportunidade para "pregar". Apenas alimentou. Ao curar, ele não aproveitou a oportunidade para "evangelizar". Apenas curou. Ao libertar, não aproveitou a oportunidade para "dar uma palavra". Apenas libertou. Isso é amor incondicional. Isso é AIDS.

Fico imaginando os discípulos perguntando a Jesus: "Mestre a multidão está alimentada. Você não vai falar de arrependimento?". Jesus deve ter respondido: "Não...".

No livro de Atos, Pedro se levantou diante da multidão e disse: "Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados" (At 2.38; 3.19). Milhares de pessoas responderam a esse apelo! Muitas dessas pessoas eram as MESMAS que algum tempo antes foram alimentadas, curadas e purificadas por Jesus! O amor incondicional que Jesus oferecia às pessoas preparou-as e criou nelas uma disposição favorável para ouvirem a mensagem completa do Evangelho e darem uma resposta positiva!

Muitas pessoas questionam o nosso trabalho aqui em Colatina. Muitos vão nos perguntar: "Vocês deram um abraço nos familiares dos presidiários, mas não pregaram o Evangelho? Não falaram de arrependimento?". Nossa resposta é: "Não...". "Vocês falaram sobre excessos aos freqüentadores dos bares, mas não falaram de arrependimento?". Nossa resposta é a mesma: "Não...".

Eu creio que a Igreja precisa criar mais oportunidades para mostrar Amor Incondicional às pessoas. Fazer o bem, suprir necessidades e oferecer soluções para problemas sem exigir nada (tipo "eu te ajudei, mas agora vai ter de ouvir!...). Eu creio que o Amor Incondicional cria nas pessoas uma disposição favorável em relação ao Evangelho e ao arrependimento!

Jesus tinha AIDS! Nós precisamos ter AIDS também: AMOR INCONDICIONAL DOADO SEMPRE!

sábado, 24 de outubro de 2009

"De bar em bar, de mesa em mesa"!



"De bar em bar, de mesa em mesa". Foi o que fizemos, literalmente, na noite de sexta-feira! Visitamos os bares e restaurantes da orla do Rio Doce com uma mensagem bem-humorada de conscientização contra os excessos: excesso de bebida alcoólica, excesso de velocidade no trânsito etc. A mensagem principal era: "A sua vida é um presente de Deus. Evite os excessos!".

Fomos muito bem recebidos, muitas pessoas perguntaram de onde éramos, que igreja representávamos e muitas nos parabenizaram pela iniciativa. Algumas crianças, que passeavam pelo calçadão com os pais nos reconheceram por causa do trabalho que fizemos nas escolas na semana anterior!!

Nós cremos que a cada dia a Igreja terá de descobrir formas criativas e bem-humoradas de compartilhar o amor de Deus de forma incondicional!

domingo, 18 de outubro de 2009

"Posso te dar um abraço?"


Sábado pela manhã nós fomos ao presídio de Colatina com um objetivo bem claro: alcançar os familiares dos detentos que se reunem do lado de fora aguardando o horário da visitação.
Nós usamos um colete no qual estava escrito "Posso te dar um abraço?". Muitas pessoas choraram ao receber um simples abraço. Outras elogiaram a iniciativa! Uma senhora começou a chorar copiosamente ao receber um abraço da Sara.
Eu disse a um pequeno grupo de pessoas: "Não sei quem vocês vieram visitar: pai, irmão ou filho. Não desistam desta pessoa! A sociedade só conhece o que eles têm de pior! Vocês, porém, conhecem o que eles têm de melhor! Vocês os conheceram ANTES deles cometerem os delitos que os colocaram atrás desses muros. Vocês os conhecem de verdade. Por isso, não desistam deles!". Muitos choraram, outros ficaram com a voz embargada (inclusive eu mesmo!) ao ouvirem essas palavras. Todos eles nos agradeceram por termos ido lá.
Todos nós retornamos com aquela agradável sensação de que mostramos o amor de Deus para um grupo de pessoas extremamente necessitadas, marginalizadas e sozinhas!

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Mensagem aos Taxistas


“Você fez do Senhor Deus o seu protetor e, do Altíssimo,o seu defensor;

por isso, nenhum desastre lhe acontecerá,

e a violência não chegará perto da sua casa.

Deus mandará que os anjos dele cuidem de você

para protegê-lo aonde quer que você for” (Sl 91.10-12)


******

“Não dê carona a estranhos!!”. Todo mundo sabe que dar carona a pessoas estranhas é algo perigoso e arriscado. Muitas vezes este gesto de bondade e de generosidade acaba em assalto ou em outro tipo de agressão.

O taxista, porém, passa o tempo todo dividindo seu carro com pessoas desconhecidas, muitas vezes levando-as a lugares bem perigosos! Para não prejudicar as pessoas honestas e bem intencionadas, o taxista coloca a sua própria vida em risco a todo momento! Um ato heróico repetido tantas vezes por dia que acaba se tornando parte da nossa rotina urbana.

Querido taxista, nosso desejo e nossa oração é para que Deus te abençoe e te proteja nesta rotina tão arriscada que você enfrenta a cada dia! Lembre-se de Deus, peça a proteção dele e tenha certeza de que ele não a negará!

Não esqueça de agradecer a Deus pelo cuidado dele em sua vida a cada dia! Deus te abençoe e te guarde!


IGREJA PRESBITERIANA LIVRE

Rua Alexandre Calmon, 07, Centro -- Colatina

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Desperta Colatina!


Na sexta feira, dia 02/Out, nós saímos da Igreja às 04.30 hs da manhã, subimos a um alto monte de onde podíamos avistar parte da cidade, ainda adormecida. Lá em cima, enquanto as primeiras luzes do dia iam se delineando, nós "despertamos" Colatina ao som do Shophar! Oramos, dirigimos palavras proféticas à cidade que despertava, desejando aos moradores um dia abençoado na presença do Senhor!
Oramos principalmente pelas igrejas, para que despertem para a necessidade de exercerem um papel mais relevante no cenário urbano, como Jesus fazia!